Galeria de Arte: A Beleza da Morte



Acho que a obra mais comentada neste blog foi Sandman, foi comentado bastante em vários dos meus artigos, sem falar nesse artigo AQUI dedicado a obra, que foi escrito pelo Flames.

Sandman tem um mar de assuntos para serem discutidos, é uma obra atemporal, onde sempre vai ter pessoas comentando a respeito... Claro, ela possui personagens muito marcantes, e o mais marcante entre eles, é essa menina que nenhum de nós podemos evitar de conhecer um dia, a Morte! 

Bem vindos a mais uma galeria de artes do Blog Mil!

Não vou focar em um artista em especifico, nesta galeria. Quero apenas mostrar a vocês toda a beleza da Morte e lhes acalmar, porque no fim, nós vamos encontrar essa garota linda que vai nos guiar para onde quer que nós vamos.

Sou apaixonado pela personagem, não de uma forma real, claro... Ou não. Mas ela me cativa sempre que leio seja lá o que for, e se uma historia tem a Morte envolvida, eu fico mais apreensivo e grudado na leitura, por ela ser a personagem mais comum e disparadamente a mais interessante da obra, e claro, a mais fofa e linda de todas (tá, Delirium é mais fofa, mas Morte é a Morte).




Eu simpatizo com a Morte demais! Olha só que coisa estranha de se comentar... E a personagem de certa forma, me fez ter uma certa tranquilidade a respeito do assunto de morrer.

Todos temem a Morte. Algo tão inevitável e absoluto, os humanos sabem que é impossível escapar dela, pois é algo natural da vida, pois onde existe vida, existe a morte.

"Quando a ultima coisa viva deixar de existir, eu vou colocar as cadeiras em cima da mesas, vou apagar a luz e trancar a porta do universo" 

Disse a bela garota, com seu Ankh pendurado em seu pescoço, e as suas roupas pretas bastantes largas.

Todos temos medo dela, mas nosso destino é abraça-la de uma forma ou de outra. Humanos são apenas outras criaturas ridiculamente frágeis no mundo, eles se acham especiais por possuir a habilidade de criar e moldar, de fazer uma escolha, e etc, mas todo esse seu poder não muda o fato de que um dia, o humano vai morrer e se tornar um com toda a terra ao seu redor.

Então viva com isso, e quando chegar a hora certa dela, não chore e nem reclame para ela, mostre um sorriso e seja grato por encontrar essa perpétua! Pois caso contrario, ela pode te dar um grande sermão por muito mimimi, ou apenas dar um toque sincero mesmo!

Sua primeira aparição foi na historia "O som de Suas Asas" ainda em Sandman. Onde o Lord moldador de Sonhos se encontrava desamparado pensando a respeito de sua ultima jornada, e então sua irmã mais velha aparece para lhe dar uma bronca, e lhe mostrar o seu dia dia de levar vidas para outro lugar, para ver se o Morpheus consegue tirar uma boa conclusão disso tudo.


A minha preferida é a que vem bem depois dessa, cujo nome é "Fachada", onde a Morte visita uma Metamorphae "imortal"chamada Rainie, que devido a sua aparência inumana, tenta fazer de tudo para se adaptar ao nosso mundo, escondendo a sua aparência real, se escondendo de baixo de uma mascara. Após uma de suas mascaras ter caído em um encontro, ela se desespera e implora para a morte lhe tirar a vida, mesmo sabendo que isso é inútil. Cheia de diálogos filosóficos e incríveis, e uma carga emocional gigante, é uma das historias mais importantes da personagem.

"Rainie, na África ocidental, uma pequena vila está sendo massacrada por mercenários pagos pelo próprio governo. Eu estou lá."


Nos confins de uma galáxia distante, um planeta está sendo destroçado por forças internas; Um mundo que era o lar de muitas inteligências de cristal, calmas e belas. Eu também estou lá.



Estou em todos esses lugares, e também estou aqui."



Engraçado que a Metamorphae é uma personagem de uma antiga super equipe da Detective Comics Comics. Sempre é maneiro explorar personagens clássicos de uma forma adulta e realista assim.



Essa é a minha historia preferida que envolve a Morte dos Perpétuos, ao lado de uma que foi publicada em "Vertigo: Winter's Edge 2" (e aqui no Brasil em Morte: Edição Definitiva, pela Panini, se foi publicado em mais algum outro lugar eu não sei) com o nome de "Um Conto de Inverno".

Nessa historia, Morte mostra que apesar de tudo, ela também se magoa nessa "vida" que ela leva. Ela conta como foi o seu trabalho no começo, tipo, bem no comecinho mesmo das coisas, e que achava aquilo tudo bem divertido. Mas depois as coisas começaram a mudar, e então as pessoas começam a ter medo e raiva da Morte.

"Elas ficavam gratas em me ver... No começo e no fim. Me contavam tudo que tinha acontecido, sabe, o lance da vida inteira.

Então, depois tudo começou a ficar mais difícil. "

E realmente, as coisas ficaram mais difíceis para a Morte, tanto que lhe fez afastar do seu trabalho, e durante esse tempo a Morte não existia mais, porém como ela mesma disse "O Caos e a dor se avolumaram e ficaram ainda pior." E ela só voltou a ativa, pois mandaram um jovem ir falar pessoalmente com ela, e suplicou a ela, para retornar ao seu trabalho. Em outra ocasião, uma garotinha foi tão direta com suas palavras que fez a Morte ter a ideia de virar uma humana a cada 100 anos para experimentar a mortalidade e entender o que nós sentimos. E no momento que a Morte Morreu, ela desembuchou e falou tudo que ela pensa sobre ela mesma.

"Aí, depois do primeiro dia de vida, quando me encontrei, virei para mim mesma e disse que era uma puta desalmada, arrogante e frígida... Só que eu falei de um jeito muito pior."


Sim, até mesmo a Morte tem seus conflitos pessoais, apesar de ser apenas uma "ideia", ela ainda tem sentimentos um tanto "humanos", ou seja lá como você prefere chamar isso.


"Eu conheci muitas coisas, pessoas e mundos irados. Aprendi tanto.


Não é todo mundo que tem um emprego que adora, não é mesmo? Enfim eu tenho mesmo muita sorte.



Então, a gente se ainda se vê."


É, ela é uma fofura, e acho difícil simplesmente não se apaixonar pela personagem.

Ela aparece em outras historias fora de Sandman, além de claro, suas solos, como Morte: O Grande Momento da Vida, e Morte: O Alto preço da Vida. Morte já foi apresentadas em historias ainda mais antigas que o próprio Sandman, me deixando em duvida se a primeira aparição da personagem foi em Sandman, mas essa forma adorável dela apareceu primeiramente em O Som de Suas Asas.

Ela também apareceu em uma edição da Legião de Super Heróis, e nessa historia, a Terra está em seus momentos finais, e no fim de tudo, aparece a Morte no meio dos cosmos.



Também aparece na solo de Lúcifer, Livros da Magia, e até mesmo Action Comics #894 que é a minha participação especial favorita da personagem.



Lex Luthor está a beira da Morte, e ela vem visitar o carecão, dando inicio a diálogos incríveis e referencias a grande parte do Universo DC. Lex Luthor é um grande personagem, e a interação desses dois é no mínimo memorável demais. Não acompanhei os acontecimentos que resultaram nesse encontro, muito menos o arco todo, mas vale a pena conferir!



A Morte apareceu até mesmo na Marvel, em uma rápida aparição no Incrível Hulk #418 de Peter David, onde a Morte visita o casamento dos personagens Rick Jones e Marlo Chandler.



A aparição dela foi devido a Marlo ter sido morta anteriormente e depois ter ressuscitado posteriormente, Peter David pediu então, a permissão de Gaiman para usar a personagem, onde a única condição era não mostrar o Ankh da personagem, que ficou escondido em sua regata. A Morte vai ao casamento de Marlo, lhe presenteando com uma simples escova de cabelos.



E claro, sem falar que seu visual foi ""plagiado"" em uma HQ do Thanos, não sei qual é, mas a Morte tem uma aparência de adolescente e com um balão de dialogo que remete ao Morpheus, mas a arte dessa Morte não me chamou a atenção o suficiente.


É... pra ver esses dois juntos, só em fanart ou art doidera mesmo, tipo essa:



Enfim, não tenho muito mais o que falar sobre ela, apenas que no momento que eu a vi, eu percebi, essa era a Morte definitiva, e dificilmente outra forma da Morte será tão memorável como essa.


Galeria de Artes:

Nesta galeria, temos artistas como Bruce Timm, Amanda Conner, Jim Lee, Dean Yeagle e muitos outros, alguns que eu infelizmente desconheço, algumas fanarts, sketchs e até mesmo uma bem provocante do mestre de desenhar mulheres, Frank Cho.

Também tem alguns crossovers com outros personagens famosos em quadrinhos, vocês vão ver quando chegarem lá, divirtam-se e até a próxima!

(Quem fazer parte do Grupo MIL, vai receber uma arte exclusiva da Morte para o Grupo! Sim sou fdp msm, e faço fdpzagem nível EA aqui no Blog, AEHO)





































































































































Só pra encerrar, imagem minha trabalhando nesse artigo durante as madrugada.


Postar um comentário

[facebook]

Flames

PedroTreck

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget