A complicada relação entre Dark Souls 2 e Dark Souls 3 - Lore



Ora, vejam só, Dark Souls de volta no Blog MIL!!!

Ok,  não é nenhuma surpresa.

E mesmo fazendo menos de um mês que o jogo saiu oficialmente pra nós do ocidente, hoje é dia de uma conversa rápida, um preparativo pra artigos de Dark Souls 3 aqui no blog!

Não sei se disse pra vocês, mas passei os últimos dias observando muitas coisas nesse jogo. E algo que muito me intrigou foram suas conexões, sua geografia, sua faixa de tempo, e claro, seu propósito como “último” capítulo da série.

Já comentei sobre ele NESSE mini review que saiu na page, por sinal.

Porém, enquanto as conexões com DS1 são óbvias e estão na nossa cara em inúmeras partes do jogo, as de DS2 são... como eu já disse antes, completamente SINUOSAS! Tão ínfimas que muitos chegaram a assumir que Myazaki ignorou Dark Souls 2 ou que no máximo o deixou apenas como um “será que aquilo aconteceu mesmo?”,  na série.

E vocês, o que acham?


Ost legal porque sim.


Ah, e SPOILER, SPOILER, SPOILER. Estejam avisados.



Dito isso, vamos aos fatos de uma vez! Ou mais precisamente, vamos à algumas conexões que eu achei oportunas de se trabalhar nesse texto. 




Temos alguns detalhes pequenos, como a invasão de Alva, um cavaleiro de trágica história que ainda vagueia transitoriamente pelas dimensões, a máscara de Lucatiel, que confirma não só que ela morreu, mas também deixa mais claro que Dark Souls 3 se passa depois dos eventos de DS2, (alguns tinham dúvida). Temos o "Shield of Want", escudo que pertenceu ao Vendrick, o último Rei que conhecemos de Drangleic, Drakenblood, os adoradores de sangue de dragão e até mesmo um retrato de Nashandra! Entre outros pontos espalhados por aí. Coisas mínimas, porém ainda assim, sugestivas e significativas. Provavelmente o que mais me chamou atenção entre esses "pequenos" detalhes foi o "Drang Armor", que pra quem lembra, remete ao Llewellyn de DS2. É dito que o uniforme descende da terra do "Acendimento da Chama". O que é extremamente intrigante.

Se quiserem mais detalhes sobre os itens e suas descrições, o Dark Souls da Depressão fez um compilado bem detalhado sobre eles AQUI.


Intrigante porque a geografia de DS3 nos incita a pensar como se estivéssemos em uma futura Lordran de DS1, pois os cenários refletem muito mais aquele lugar que a espaçosa e desconexa Drangleic, (que muito se aponta ser Lordran após milênios de mudanças geológicas). O próprio Yhorm, um dos Lords das Cinzas, que aparentemente é da raça dos gigantes, parece ser diferente dos gigantes de DS2, tudo fica inconclusivo e muito confuso nesses pontos. E respostas até esse momento são escassas.

Ainda há a probabilidade de Lordran, Drangleic e Lothric serem o mesmo lugar após milhares de anos e ciclos geológicos? Sim, muita. Ambas são conhecidas como "terras de convergências dimensionais", característica da lendária terra dos deuses, algo citado desde DS1. Mas a presença de Anor Londo em DS3 ainda me deixa receoso. Só se de algum jeito Anor permaneceu oculta e irrelevante pra os acontecimentos que envolviam Drangleic ou talvez o fluxo temporal embaralhado desse lugar não afete só as pessoas, mas também os lugares e suas posições. (Ideia temporal e transitória que já foi divagada NESSE texto).

Enfim... DS2 adora quebrar nossas pernas.



As coisas começaram a ganhar alguma forma com Wolnir, conhecido como o "Alto Lorde", que caiu num abismo, que em aspecto é muito semelhante a forma como é retratado em DS2 (separado por um plano dimensional).

A descrição de sua coroa diz:

"Houve um tempo que essas coisas eram ligadas judiciosamente à cada um dos Lordes Dignos, até que Wolnir os subjugou e reduziu suas coroas a pó. Depois as coroas se tornaram uma só, e Wolnir o único Alto Lorde"

Isso sugere que ele estava falando das antigas coroas e seus respectivos donos, elas eram tão fortemente ligadas com os mesmos, que representavam seu poder mesmo depois de eras, e eram tão poderosas juntas que talvez pudessem quebrar a maldição. Aquelas das DLCs de DS2, sim.

Certo dia, Wolnir chegou nesse sistema de coroas e deu um foda-se, seguido de uma voadora, pelo que a descrição indica. 


Devo dizer que Wolnir reflete um aspecto certamente diferente do seu original. Isso quer dizer, ele tinha outra forma física no passado, e sabemos do que o abismo é capaz. Fica essa questão aberta, quem era Wolmir? Alguns acreditam que tenha sido o "bearer of the curse", mas eu sinceramente... acho que não.

De qualquer forma, ele é claramente um link para DS2 nesse jogo. E conseguem perceber? De certo ponto de vista, esse fragmento do lore é um "sai pra lá" com essa coisa de coroa em DS2. Me faz parecer que DS3 tenta evadir seu antecessor.

Mas, calma, vamos pro próximo tópico.

O elemento de DS 3 que mais me remeteu ao DS2 foi o Dark Sigil. Pra quem não sabe, Dark Sigil é uma espécie de "adicional" da maldição que transforma os humanos em Hollows, de forma um tanto quanto... "intensa". Todo o conteúdo de lore envolta dele é fascinante e cria um elo não só com Kaathe e o legendário Dark Lord de DS1, como também também linka à uma antiga Firekeeper que adentrou o abismo e adquiriu o conhecimento para remover e acalmar essa marca (Dark Sigil), ajudando seu campeão em outrora, um"Bearer of The Curse" ou melhor dizendo um "Portador da Maldição".


Que eu me lembre, essa é a única descrição que cita EXATAMENTE a forma como Shanalotte nos chamava em Dark Souls 2. E se nos lembrarmos bem, Shanalotte era, de alguma forma, uma ferramenta criada por Aldia pra lutar contra a maldição. Naquela época a garota foi tida como um fracasso, mas teria ela, no futuro, alcançado o seu objetivo ao sarar o seu campeão? Seriam as DLCs de Dark Souls 3 planejadas pra trabalhar um pouco mais sobre esses detalhes? Só nos resta esperar pra ver. Mas, conhecendo a From, não ficaria surpreso se isso ainda ficasse em ásperas entrelinhas.



Como podemos ver, as conexões são tão mínimas que você mal consegue defini-las, mas não quer dizer que elas não existam. Pessoalmente, acredito bastante que Myazaki levou os eventos de Dark Souls 2 como premissa pra o que acontece no terceiro jogo da franquia. Deixem-me expor minhas visões aqui:

Pra começar, o sistema necessário pra mudar o destino da trama depende das cinzas dos Lords que uma vez se puseram em seus tronos. Tais Lords se resumem em seres que uma vez acenderam a Chama Primordial em sua respectiva geração, com algumas exceções dos que merecem o trono por puro poder ou "Tradição Real" – algo que vamos nos questionar mais em outro artigo.

O que eu quero dizer aqui é que dependemos de criaturas que chegaram aos tronos munidos de poder, um sistema que começou na era que Dark Souls 2 retrata. Essa foi de cara a primeira conexão que observei em DS3, ele é uma espécie de junção dos dois SISTEMAS que os seres poderosos exercem em nós enquanto nos manipulam, desde DS1.  

E isso é bastante interessante.
Enfim, por que esses Lords "acordaram"? Por que humanos de outrora, conhecidos como Undeads, agora são Inacesos, criaturas igualmente indignas de morrer e que buscam pelo calor das brasas, os fragmentos do desvanecimento da Chama Primordial? 

Por sinal, os humanos ainda carregam o símbolo da maldição, mas ele parece ter se alterado. Provavelmente um indício da forma não natural que o mundo está mudando enquanto o fogo desvanece. E sabemos o quanto a natureza muda de acordo com esse ciclo da Chama, certo? Imagine agora nessa situação extrema de apocalipse.

Creio que todos esses seres são "acordados" com o intuito de proteger a era do fogo, como "um sistema de defesa natural" da própria Chama, o que consequentemente afeta todos os envolvidos com ela. O problema é que os Lords renegam a sua obrigação de servir como "sacrífico" a um campeão que irá, com a essência deles, reascender a Chama. Plano esse que certamente foi arquitetado pelos Deuses e por todos aqueles que acreditam na Era do Fogo. E claro... existem aqueles que querem o oposto e existem aqueles que não dão a mínima.

As motivações dos Lords não são muito claras na maioria das vezes, e sobra pra o "campeão" ir atrás das cinzas NA MARRA! Mas você ainda tem a escolha de fazer o que acredita ser certo no final.

Ambiguidade, como é de costume.


Ludleth é exceção da exceção, com certeza o Lord mais peculiar.

Daí vem mais perguntas, o que diabos aconteceu com a Chama? Por que o mundo está num apocalipse? O QUE HOUVE NESTA BODEGA? 

E é aqui onde quero chegar.

Eu tenho dois pensamentos totalmente teóricos sobre isso, mas levo em consideração elementos da série, evidentemente. O primeiro é: esse é um destino imutável da Chama desde o primeiro dia que ela foi acesa "forçadamente" por Gwyn, autor do "primeiro pecado", como Aldia já sugeria em DS2, fato confirmado em diálogos no DS3. É plausível pensar que depois de tantos ciclos, de tantos reascendimentos, isso chegou ao seu "limite", o que dessa vez é, no meu achismo, ainda mais catastrófico do que das últimas vezes. 


O segundo pensamento, eu gosto mais: os responsáveis pelo apocalipse de Dark Souls 3 seriam o próprio Aldia e o "Bearer of The Curse", ou mais precisamente, você (o Monarca) em DS2. O porquê que penso isso é simples: pelo diálogo de Aldia no final de Dark Souls 2, coisa que explorei na Cronologia do mesmo, que você pode acessar clicando AQUI. Aldia diz que com o poder do Portador da Maldição, destruir a "mentira que suporta a realidade" seria possível, o que resultaria numa "solução" pra essa ilusão que Gwyn submeteu o mundo, mesmo que isso o abalasse completamente, causando uma catástrofe de níveis nunca antes vistos.

Assim que eu soube da sinopse de DS3, eu liguei as coisas... posso estar errado, mas quem sabe? Aldia termina DS2 dizendo que vai ferrar as coisas e DS3 começa num apocalipse... sugestivo, no mínimo.

Mas, nada confirmado por enquanto. E julgando pelo o que Aldia se transformou e como é a Fromsoft, talvez isso seja trabalhado apenas nas entrelinhas quase imperceptíveis. Só nos resta esperar as DLCs e pesquisar mais.

Lembrem da parada do Elmo AQUI.

Sim, Dark Souls 3 ainda nos deixa muitas perguntas sobre DS2, DS1 e ele mesmo. Porém, nos dá muitas certezas. O que realmente aconteceu com Ornstein foi certamente uma das mais expressivas. Afinal, a presença desse infeliz era um dos maiores WTF de DS2. Posteriormente descobrirmos sobre o fucking Firstborn também, coisa que me fez cair pra trás.

Mas isso é algo a se falar em outro artigo!

Aqui deixo as conexões mais pertinentes que achei com Dark Souls 2. Apesar  de existirem outras das quais acho "pequenas" demais por enquanto, quem sabe num futuro onde eu me debruçar a pensar e explorar mais, isso mude. Afinal, certeza é uma coisa pra se ter com MUITO cuidado nessa série.

E isso me faz lembrar dos finais de Dark Souls 3, que pra muitos canonizam oficialmente e com "certeza absoluta" fatos dos outros finais dos jogos... e isso, meus amigos, atinge níveis alarmantes de BOBALHICE!

Os finais da série Dark Souls continuam ambíguos e interpretativos como sempre, trazendo elementos que nos remetem à nossa própria jornada pessoal na série. Os finais antigos pertencem a você e como você os interpreta. Só queria deixar isso aqui claro, mas vamos falar sobre, (e com detalhes minuciosos) numa hora mais oportuna. Pois os finais de Dark Souls 3 são com certeza uma das coisas que mais me fascinaram nele. O conceito da "verdadeira face da humanidade" é incrível! 



Se me perguntam porque escolhi falar primeiro das conexões de DS2, simples. Apesar de achar DS2 o mais inferior dos seus irmãos tecnicamente, penso que ele é DEVERAS importante pra série e seu enredo. Só queria que alguns vissem que a probabilidade dele ainda estar presente é plausível e apesar de tudo, se o pensamento sobre Aldia estiver certo, esse jogo é uma ponte pra DS3. 

Pois bem, ficamos por aqui! Pra quem estiver interessado, sim, irei fazer cronologia de Dark Souls 3, e pretendo explicar o enredo in game assim como fiz com Dark Souls 1, pois DS3 é insanamente BOM, e não me canso de jogar e explorar suas nuances.

Mas, julgando pela quantidade de "conteúdo massivo" que as DLCs  prometem carregar, segundo o próprio Myazaki, creio que talvez eu espere mais, vai depender de como eu terminar de estruturar o texto, pois já comecei a escrever. Talvez eu upe o artigo e o atualize depois das DLCs, não sei. Então sim, cronologia pode demorar, mas artigos randômicos como esse... TALVEZ não, não vou prometer nada.

Acha que tem referências mais expressivas sobre DS2? Sugestões e rages são sempre bem vindos!

Me despeço aqui desse rápido bate papo souls, pois a nossa querida Firekeeper quer usar a pc, não vamos deixa-la esperando.


Se quiserem um grupo pra conversar e teorizar, Firelink Shrine Brasil AQUI. E vão lá curtir nossa page pra atualizações e... porque sim!

Até dia MIL procês!

Postar um comentário

[facebook]

Flames

PedroTreck

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget