Cronologia do Lore de Bloodborne



Depois de mil dias de demora, eu finalmente tomei vergonha e decidi escrever sobre Bloodborne, e por mais confuso e complicado que ele seja para mim, vou tentar me expressar bem e explicar sobre esse universo que o cerca.

Em outra palavras, eu acho que estou muito ferrado pra isso, mas mesmo assim não custa tentar.

Sim, essa é a tão esperada cronologia do lore de Bloodborne, alguns esperavam por isso, outros não, talvez eu nem seja a pessoa adequada, mas fui o único que terminei o jogo entre essa turma, então vou fazer o meu melhor.

Essa vai ser a minha "Eldritch Truth" a respeito de Bloodborne, e cada um tem uma Eldritch Truth. A minha verdade não é absoluta, a verdade é oculta, e talvez nenhuma delas seja a "verdade verdadeira".

Tenham em mente que eu escrevi esse trecho bêbado.

Eldritch significa algo "sobrenatural" ou "terrível". No jogo é fortemente relacionado a criaturas que vieram dos cosmos.

Como muitos estão cansados de saber, os jogos do Miyazaki apresentam informações, mas esse também é um mundo moldado pela imaginação do jogador, você constrói uma base com essas informações, e o que é deixado em aberto, você especula, imagina o que aconteceu, ou o que pode acontecer.

Essa é também a maior magia desses jogos.




Em outras palavras essa é a minha visão de Bloodborne, você preenche as lacunas deixadas pelo Miyazaki como bem entender, apenas use os fatos e as perguntas largadas pelas descrições no jogo como ponte para os seus pensamentos fluírem, ou troque ideia e discuta com colegas ou pessoas que já jogaram e estão interessadas desse lado do jogo.

Uma observação: Eu costumo jogar todo jogo da série Souls/Dark RPG da Fromsoft em inglês, então sim, zerei Bloodborne todo em inglês e não sei como é a tradução de muita coisa em ptbr, apesar de não achar a tradução ruim, prefiro jogar esses jogos em inglês.

E não digo o mesmo da dublagem, jogar Bloodborne dublado tira muita imersão pra mim.

Enfim só avisando que esse artigo vai ter muito termo em inglês pra que não tenha reclamações depois, estejam avisados.

Claro que vai ter muito spoiler também, espero que quem esteja lendo tenha terminado o jogo ao menos uma vez.

Agora vamos ao começo.

O Antigo reino Pthumeriano:


O povo Pthumeriano era um povo ancião de "super-humanos" muito, muito antigo mesmo, que possuía um domínio sobre as antigas artes arcanas relativas ao controle total do fogo e do sangue, estes são ditos que descobriram a eldritch Truth, se não descobriram, chegaram muito perto dela.

No começo esse povo não possuía cidades enormes e lideres, eram apenas simples devotos aos deuses do além, os Great Ones (ou "Eminentes" na tradução de Bloodborne), possivelmente os tais deuses dos quais eram humildes guardiões. Com o tempo, seus descendentes se sentiram no direito de nomear alguém como líder, informação direta da descrição do Great Pthumeru Ihyll Chalice "Pthumeru Ihyll foi titulo tanto do Monarca Pthumeriano quanto de sua capital", foi a partir daí que o povo começou a moldar o seu reino e coroaram alguém como seu líder, construiram Ihyll e em seus costumes e ordens dos Great Ones, usaram o Ring of Betrothal, um anel que era usado para casamentos de possíveis escolhidos pelos Great Ones, para terem filhos. 

A descrição do anel diz que "casamentos eram um contrato de sangue, permitido apenas para aqueles programados a carregarem uma criança especial".


E como diz a descrição do item Pthrumeru Root Chalice, eles criaram labirintos para guardar as tumbas dos deuses, se acomodando dentro dele. Ao mesmo tempo construíram o lugar como um labirinto repleto de armadilhas para talvez afastar intrusos, possivelmente humanos (como nós mesmos) passavam por ali.

Quanto aos Great Ones, eles são criaturas que vieram dos cosmos, em outras palavras, eles são aliens que possivelmente vieram do espaço sideral, possivelmente porque bem, cosmos em Bloodborne é uma coisa complicada de se falar a respeito, mas depois eu me aprofundo nisso.



Essas criaturas são totalmente baseadas nos Great Old Ones de H.P. Lovecraft, e eles são o centro dos acontecimentos de Bloodborne, tudo que ocorreu nesse mundo foi a causa de suas ações. Foram responsáveis pelo poder Pthumeriano e por sua terrível queda, durante a nossa exploração in game dos cálices, três possíveis Great Ones são encontrados, mas eu vou guardar informações aqui.

É bem provável também que pelo zelo que o povo tinha pelos Great Ones, talvez eles acreditavam que os próprios eram os seus criadores, ao menos foram induzidos a acreditarem nisso, com o intuito de servir a um propósito egoísta planejado pelos Great Ones.

Bem, foram eles que deram o poder do fogo para os Pthumerianos, e com o arcane do fogo, temos as Keepers of the old Lords, guerreiros guardiões que se dedicam aos Great Ones adormecidos, alguns são acompanhados com cães, e eles ganharam vida eterna, preservados em forma de cinzas em uma cerimônia que cremava o corpo e a alma, a única coisa que restou dessa arte perdida foram suas vestimentas.



São um dos poucos inimigos que usam ataques baseados em chama, talvez eles sejam baseados nas Pyromancers de Dark Souls, pois as vestimentas lembram muito a delas, até acho que sejam mulheres, e não homens que são os keepers, pois a vestimenta parece muito feminina.

Deixando essas informações de lado, temos um lugar Pthumeriano peculiar chamado Loran, descrita em seu cálice como uma terra trágica que foi devorada pelas areias. Quando se visita no jogo, o que você encontra lá são feras selvagens sedentas por seu sangue, foi ali que aconteceu pela primeira vez algo similar ao ocorrido presente do jogo, em Loran ocorreu a primeira "Scourge of the Beast" numa tradução ficaria como flagelo ou a praga da fera/besta, e por causa dessa terrível praga, Loran foi abandonada, enterrada nas areias, e tudo que encontramos lá são essas terríveis feras.

Típicos Silverbeasts de Loran

Essa informação foi retirada do Ailing Loran Root Chalice, ou Cálice de raiz da Doente Loran que diz: "Há restos vestigiais de procedimentos médicos da Doente Loran. Se eram tentativas de controlar a praga da fera ou a causa da deflagração, não se sabe".

Acredito que quem estiver lendo este artigo já está ciente que a situação atual do jogo é que a cidade Yharnam foi totalmente destruída por conta da Scourge, e situações parecidas com a de Loran ocorreu em alguns lugares, mas ainda chegaremos lá.

Em Loran foi mostrado, pela a primeira vez, o terrível poder do "Old Blood".

Old Blood, é a causa do fim de Loran, e posteriormente de toda a civilização Pthumeriana, o Old Blood não é um item ou nada do tipo, no jogo, você encontra informações sobre ele em descrições e em anotações, ficamos cientes de que o Old Blood é a causa da Scourge of the Beast, pois esse sangue sagrado desperta algo oculto dentro dos homens ou  dos seres em geral, algo "antigo" há muito adormecido, a fonte desse sangue sagrado é de algum dos Great Ones que os Pthumerianos veneravam, é possível que os Pthumerianos usaram o sangue para elevarem ainda mais seus poderes, e talvez tenha sido o Old Blood que lhes deram o controle do Arcane de fogo e uma força descomunal.

Estranho é observar como os Pthumerianos caíram nas graças do Old Blood, pois eles são criaturas que alcançaram a Eldritch Truth, então tal praga não deveria os afetar, já que esse conhecimento os protege da "Beasthood", porém, se Loran sucumbiu ao Old Blood, foram eles mesmos que tentaram achar uma cura para ajudar os infectados, mas aparentemente não conseguiram.

Como eu disse que os Great Ones são baseados nos Old Ones de Lovecraft, acredito que eles agem parecidos com eles, são criaturas cientes do que fazem, um deles entregou o Old Blood com um propósito, e o povo Pthumeriano cegamente aceitou essa força, já que era um presente dos deuses a eles, mas Great Ones são criaturas além da nossa compreensão, difícil entender o que se passa com eles.

Das desgraças ocorridas em Loran, foi construída as Hintertombs, catacumbas criadas para simplesmente jogar os corpos ali, sem as sagradas cerimônias do povo Pthumeriano, é o túmulo de muitos mortos e que nos esgotos encontramos milhares de esqueletos de Pthumerianos mortos.

Os trabalhadores mortos vivos de Pthrumeru continuam expandindo as catacumbas periféricas do antigo labirinto subterrâneo, e no jogo se consegue ouvir o som de suas picaretas, cavando e cavando, eles são orientados pelos vigias, homens gordos e assustadores que carregam espingardas e uma série de armas cruéis.

Enfim, voltando a parte "royal" dos Pthu.

Yharnam, a rainha Pthumeriana:



Yharnam, a rainha Pthumeriana que como eu disse acima, a cidade onde o jogo se passa tem seu nome baseado nesta rainha, onde está acontecendo outra "Scourge of the Beast".

"Quando a lua vermelha está baixa, a linha entre homem e fera se esvai. E quando os Great Ones descerem, um ventre será abençoado com uma criança." - Nota achada em Byrgenwerth.

Essa anotação descreve a série de acontecimentos ocorridas com o uso do Old Blood e com a Scourge, mas o que isso tem a ver com a rainha?

Supostamente a rainha fez uma cidade acima dos labirintos após a desgraça em Loran, essa cidade possui seu nome, mas mesmo assim, a rainha não conseguiu afastar a Scourge.

Pthumeru foi devastada com a Scourge e provavelmente nessa época a red moon apareceu, e um Great One desceu dos céus. Ele abençoou a rainha com uma criança, esta criança foi nomeada de Mergo, filha do suposto Great One, Oedon, uma entidade muito curiosa que não possui forma física. Oedon é invisível, porém sua voz pode ser ouvida como diz a runa Formless Oedon. Oedon age de forma misteriosa, e assim como todos os Great Ones, procura alguém que possa lhe dar um filho.


E pouco se sabe do porque ela foi escolhida, mas acredito que a rainha tenha sido escolhida por possuir um tipo de sangue bem incomum e "especial", mas que deve ser o desejado por Oedon, enfim. O nascimento de seu filho não terminou como desejado, Yharnam perdeu sua criança e isso lhe atormentou até mesmo após sua morte, sua consciência permaneceu viva aparecendo para o Hunter (player) em áreas especificas do jogo, e atormenta ainda mais as profundezas do labirinto Pthumeriano, e lá o Hunter tem a chance de confrontar a rainha, e nessa luta ela ainda se encontra com a barriga grande, como se o feto ainda estivesse dentro dela. Durante a luta, podemos ouvir um bebê chorando o tempo todo.

Ao ser morta, ela dropa a Yharnam Stone, que provavelmente é o feto da criança que ficou por tanto tempo dentro de sua barriga, que se tornou uma pedra, esta é uma herança sagrada da rainha.

"A rainha está morta, mas sua consciência apenas dorme, e se agita de forma perturbadora." - Yharnam Stone.


Ao ler essa descrição, me fez pensar se a rainha estava mesmo morta, ou se ela permanecerá viva para todo o sempre, é uma descrição um tanto curiosa.

Eu creio que depois que ela engravidou de Oedon, ela se tornou uma criatura muito mais poderosa que qualquer Pthumeriano, ela possui um controle sem igual das artes do sangue, e se os Pthumerianos tinham controle sob o sangue, ela tinha um controle além do próprio conhecimento deles, e de alguma forma, elevou a sua existência para outro plano.

E mesmo após morta, sua consciência continua atormentando tanto o Waking World quanto as Dreamlands, imagino que a rainha no labirinto seja um tipo de manifestação de memória, já que a criança Mergo, mesmo natimorto, se encontra dentro da barriga da rainha, e seu choro pode ser ouvido, como uma memória assustadora se manifestando diante da loucura.

Pra encerrar aqui, eu acredito que os Great Ones usaram o povo Pthumeriano também para isso, Oedon tentou um filho, e os outros lhes apresentaram o Old Blood que seria a ruína do povo, com motivos ainda indecifráveis.

Os itens antigos:

Outra coisa a se falar sobre eles é que alguns itens que você encontra no jogo são itens tirados dos labirintos Pthumerianos, entre eles estão o Beckoning Bell, um velho sino descoberto nos labirintos que quando tocado ressona entre os mundos, e o primeiro hunter o usou para invocar caçadores de outros mundos/realidades paralelas, abrindo uma abertura entre eles, usando Insight (discernimento/conhecimento) para realizar essa cooperação, um item básico que tem em várias versões de jogos Souls, e que também nos mostra outro conceito muito usado nesses jogos, a existências de milhares de realidades paralelas, talvez, muito similares a  sua, outras muito diferentes.



O outro é o Small Ressonant Bell, que lhe permite ir ajudar caçadores de outros mundos.



E tem também o Sinister Ressonant Bell, este que toca para o infortúnio e a malícia, um objeto para pensamentos sombrios, que quando é tocado hostiliza o mundo de um Hunter.



Um inimigo é portador desse sino, elas são as bell-ringers, que ficam tocando o sino summonando criaturas até você mesmo assassina-las.



E por fim temos o Silencing Blank, que diz que os caçadores estão conectados pela ressonância dos sinos modificados, ele interrompe a ressonância.



Além dos sinos temos os vários conteúdos de rituais dos cálices, o sangue usado no ritual diz que quando tudo é dissolvido pelo sangue, tudo renasce. Os mofos das tumbas crescem em carne e sangue apodrecidos no labirinto, e amadurecem para gerar esporos gigantes.

Arcane Hazes são encontrados lá, e são um dos mais interessantes, são os resíduos de nevoeiros encontrados em materiais de ritual, e aparentemente fazem as bell-ringers aparecerem, trazendo Hunters de outros mundos como adversários.



Temos a Pear Slug que são estranhas formas de vida abandonadas pelos Great Ones que um dia perambularam pelos labirintos, um item de ritual parecido é o Red Jelly, que são natimortos nascidos de uma criatura com origem desconhecida, são achados nos cantos dos velhos labirintos.

Red Jelly

Então resumindo, foi aqui que tudo começou, o primeiro contato com os Great Ones, os avanços, o uso do Old Blood para se tornarem algo que transcende a humanidade, a primeira Scourge, e possivelmente a primeira vez que esse povo presenciou algo que um dia seria conhecido como "the hunt" ali aconteceu uma primeira caçada, apesar dos costumes serem totalmente diferentes, até a forma como funcionava.

Pthumeru caiu, mas seus vestígios continuam no mundo, seus conhecimentos agora são perdidos e estão enterrados em uma escuridão.

Mas acredito eu que alguns Pthumerianos sobreviveram, se não sobreviveram então eles cruzaram com outros povos e tiveram descendentes durante o seu reinado, quem sabe?

Talvez o sangue Pthumeriano seja especial de uma forma bem única, mas depois entro em detalhes sobre isso.

Por falar em outros povos.
 
Byrgenwerth, e uma era de descobertas:

Da queda dos super-humanos, os humanos surgem, criaturas semelhantes aos Pthumerianos, porém sem o mesmo conhecimento e habilidades, eram mais ingênuos no começo, mas ai os humanos se tornaram mais poderosos e avançaram mais como civilização. Sua curiosidade por descobertas ao seu redor foi crescendo e crescendo ainda mais, e então os humanos acharam os vestígios da civilização antiga, descobriam os labirintos, as tumbas dos deuses que só podiam ser acessados com os rituais dos cálices, já que foram selados há muito tempo nos subterrâneos do mundo, provavelmente pelo próprio povo antigo, e por uma boa razão, claro.

É bem provável que existia humanos durante o tempo de Pthumeru, mas acho que deveriam ser um povo muito menos avançado e bárbaro na época, sem os mesmos costumes posteriores, mas ainda assim, eles existiam, pode ser que seja um easter egg de Demon's Souls, mas a famosa Fluted Armor (conhecida pela galera do blog como Pato's set) pode ser encontrada no labirinto, talvez existiam humanos e naquele tempo eles estavam em uma era medieval, e de vez em quando encontravam os Pthumerianos, eu acredito nisso cegamente.



Enfim, os humanos cresceram, a civilização foi tomando formas e costumes diferentes durante as eras, até chegar a esse ponto em que conhecemos, com vestimentas mais atuais e etc.

Então aparece Byrgenwerth nas terras locais e é neste local em que o mundo de Bloodborne começa a emergir, uma escola fundada por Willem, um homem que busca acima de tudo o conhecimento, e com seus estudantes exploraram o máximo da sabedoria humana. Construida próxima a um lago um pouco distante da cidade mais próxima, Byrgenwerth era aparentemente um lugar cheio de estudantes e homens sábios. 



O local possui dois objetivos, adquirir conhecimento, e explorar o mundo, e nesse segundo objetivo o grupo de Bygenwerth achou o antigo labirinto e as ruínas das criptas dos Pthumerianos, foi nessas explorações que tudo mudou, lá estes homens descobriram a existência dos Great Ones, e com essa descoberta eles fizeram contato com os antigos que estavam presentes, e lhes foi entregue o sangue "sagrado" dessas criaturas. Assim adquiriram o Old Blood.

Com o Old Blood, foram estudados os seus poderes, testados em insetos como aranhas e etc, e os resultados eram incríveis, pois as criaturas sofriam alterações, tal como evoluções. E foi a partir dessas descobertas que tudo mudou, a evolução da raça humana era o objetivo de todos aqueles que participaram disso, pode ser que o Old Blood tenha sido adquirido um tempo depois da descoberta dos Great Ones, mas o objetivo era esse, era evoluir a raça humana, era evoluir até nos tornarmos um Great One.


O Mestre Willem tinha outros companheiros bem interessantes nessa jornada da descoberta, ao lado dele tínhamos Laurence, um personagem um tanto enigmático no lore de Bloodborne, mas que é um dos mais responsáveis pelos acontecimentos do jogo. Tínhamos também um homem chamado Micolash, que aparentemente era um estudante da escola, com planos e objetivos loucos e enigmáticos, e também tínhamos Caryll, o único humano que talvez mesmo antes de conhecer os Great Ones, foi alguém capaz de ouvir as palavras dos Great Ones, e que transmitia isso através de suas runas, essas que são uma das maiores fontes de informação de Bloodborne, os seus desenhos são as formas em que os Great Ones veem tal palavra, como "Communion" por exemplo, o desenho simboliza isso.

É em uma das runas que temos a informação que  "Olhos simbolizam a verdade que o Mestre Willem buscou em suas pesquisas. Desiludido pelos limites do intelecto humano. Mestre Willem procurou por seres de planos maiores por orientação e buscou alinhar seu cérebro com olhos para elevar seus pensamentos."

Mas como Willem chegou a essa conclusão? Eu creio que e a DLC de Bloodborne meio que tem essa resposta.

O começo de um pesadelo sem fim:



O ultimo local da DLC de Bloodborne  (que se passa em um pesadelo) é um local muito peculiar, é diferente de qualquer local visto no jogo, é também a minha área preferida do jogo, não por ser épica, justamente ao contrario, por ser tenebrosa e horrorosa, um local com uma história e com criaturas tão horrendas que lhe faz querer loucamente sair dali. Me remeteu a Lovecraft mais que qualquer outra área, uma chuva pesada e o local todo inundado, com arquitetura digna de um pesadelo, este local é conhecido como Fishing Hamlet, a Aldeia de Pescadores.



Ok, o que se passa aqui é complicado dizer, pois deve-se examinar muito o local e o comportamento de elementos presentes em toda a Hamlet.

Vou ir com uma que eu já tinha em mente primeiro.

Em Fishing Hamlet podemos ver vários navios e barcos destroçados e afundados, parece que ocorreu uma guerra no local, e aparentemente foi quase isso, um Great One emergiu dos mares, este era Kos, é bem possível que o povo local de Hamlet admirava Kos, e talvez venerasse a mesma como um deus dos mares, creio nisso pelo ódio que eles tem de Byrgenwerth, talvez eles tinham um pacto profundo com Kos, como muito povo antigo do nosso mundo mesmo, que faziam rituais e afins apenas para agradarem os deuses e não caírem em sua fúria, mas no caso de Kos, eles não a viam como um deus cruel no qual temiam, mas como uma bela divindade dos mares.


A informação sobre o Great One chegou aos ouvidos de Byrgenwerth, que já haviam conhecido Great Ones no labirinto, saber da existência de um outro Great One vivendo nos mares próximos a Hamlet deve ter sido grandioso para eles.

E com navios eles foram tentar capturar a criatura, imagino que uma guerra entre o Hamlet e Byrgenwerth se iniciou, com navios, eles foram a caça de Kos e muitos foram destruídos no combate. Eles não desistiram do objetivo, o povo de Hamlet ajudariam Kos apagando a luz do farol, para que os navios não encontrassem o lugar, e acabassem batendo e afundando nas rochas próximas.

De qualquer forma, mesmo com toda a sua luta por sobrevivência, Kos de alguma forma caiu, e ficou encalhada como uma baleia em uma praia próxima a vila.



E os estudantes e os vasculhadores da tumba foram examinar o corpo de Kos, e descobriram que Kos estava gravida, eles então violaram o seu corpo e levaram a criança com eles, porém algo mais aconteceu, com a morte de Kos, parasitas saíram de seu corpo, e infectaram o vilarejo todo, transformando-os em Kins de Kos, ("parentes de Kos" numa tradução).

Com as pessoas infectadas e transformadas, Maria e Gehrman começaram um massacre em Hamlet para impedir que a infecção se espalhe, matando praticamente todos lá, alguns moradores que não haviam sido infectados (ou foram parcialmente) testemunharam isso e amaldiçoaram Byrgenwerth, um ódio tremendo de um ato que nunca será esquecido pelos caçadores que ali estavam.

"Byrgenwerth... Byrgenwerth... Blasphemous murderers... Blood-crazed fiends."

"Atonement for the wretches. Lay the curse of blood upon them, and their children, and their children's children, for evermore." - Villager.



A vila amaldiçoou Byrgenwerth, amaldiçoou a todos eles, e o órfão ouviu suas preces, além de sua própria mãe morta, ele simpatizou com os aldeões massacrados, e lançou uma terrível maldição a todos de Byrgenwerth como o parasita alien que saiu de Kos, todos aqueles que participaram daquilo vão sofrer com o tormento para toda a vida.


No entanto eu ainda tenho outra suposição, a primeira é que os aldeões de Hamlet avistaram Kos no mar e foram caça-la, os arpões em algum dos inimigos indicam isso, e não lembro se na vila tem arpões também, mas essa era aparentemente uma vila dedicada a caçar baleias, eles caçaram Kos e conseguiram a ferir, fazendo ela ficar encalhada no mar, os parasitas saíram de Kos e eles se tornaram Kin, e Byrgenwerth ficou sabendo dos acontecimentos, Maria e Gehrman foram até lá, massacraram o povo e violaram o corpo de Kos.

Agora ambos seguem da mesma forma.

Eles levaram o corpo do órfão, possivelmente o corpo de Kos e de mais alguns moradores do vilarejo com eles, em Bygerwerth eles examinaram o órfão e pegaram o seu cordão umbilical, e estudaram os spoils e com isso, a descoberta da evolução com os olhos, o método de evolução de Willem, que parecia muito complicado apesar de tudo, acumulando Insight para ter uma visão ampla, um conhecimento maior sobre os planos acima da humanidade, e dos próprios Great Ones.

(O que segura essa teoria de que o Mestre Willem chegou a essa conclusão com o cordão do órfão é essa estátua da primeira imagem dessa parte, que se encontra no elevador que leva para a Research Hall na DLC, nela está Mestre Willem e outros dois indivíduos examinando um corpo que lembra muito o corpo do órfão, percebam a luva cirúrgica nos três.)

Com isso o Mestre Willem começou a fazer experiências, e procurou olhos dentro de crânios de alguns dos moradores da aldeia já que tinham contato com Kos, como diz a descrição do Acursed Brew: "Crânio de um habitante da violada vila de pescadores. O interior do crânio foi examinado a força em busca de olhos, conforme evidenciado pelos inúmeros arranhões e entalhes."


E foi com as pesquisas em Kos e com cordão que Willem conseguiu várias de suas respostas, conseguiu transformar insetos e outras pessoas em criaturas abomináveis, e é bem capaz que ele tenha conseguido transformar uma pessoa (talvez alguém bem próximo a ele) em um parente dos Great Ones, nasce então Rom - The Vacuous Spider, conseguindo conexão com os outros Great Ones, essa criatura tem o poder de manter a sanidade de um povo inteiro, tem o poder de guardar segredos, mas depois eu me aprofundo nisso.



"Ahh, Kos, or some say Kosm... do you hear our prayers?"

"As once you did for the vacuous Rom, grant us eyes, grant us eyes" - Micolash


Mas a descoberta do Old Blood meio que mudou isso, o método de adquirir Insight era uma incógnita, era muito complexo e difícil, mas com o Old Blood um novo caminho se abriu, com o Old Blood o sonho de evolução estava ainda mais próximo dos humanos, era como um caminho fácil, e Laurence acreditava no Old Blood e seu poder, acreditava que ele era o verdadeiro estopim para a evolução, e Willem pensava totalmente o contrario, ele temia os poderes do Old Blood.

"Fear the Old Blood (...) By the gods, fear it, Laurence..." - Willem

Uma divisão de ideias se formou em Byrgenwerth, tinha aqueles que acreditavam na sabedoria e na escolha do Mestre Willem, e tinha aqueles que acreditavam no caminho do Old Blood que Laurence tanto acreditava, acredito também que Laurence planejou "trair" Willem após o massacre e os atos terríveis que ocorreram em Fishing Hamlet, é um pouco provável, mas pertinente.

Foi ai que aconteceu uma divisão entre o grupo, e Laurence decidiu trilhar seu próprio caminho, Willem viu isso como uma traição, mas não ouve guerra entre os dois lados, Willem deixou Laurence partir com o Old Blood para tentar seus próprios métodos, e dessa divisão nasce a Healing Church, que é sem duvidas a coisa mais falada em Bloodborne.


O começo de uma nova Scourge - a era da Healing Church:



A Healing Church, apesar de parecer, não foi fundada só por Laurence, mas por outros indivíduos, que consequentemente fez divisões na própria igreja, cada um encarregado de objetivos diferentes, mas unidos como um todo.


Caryll seguiu seu próprio rumo no mundo depois da traição de Laurence, suas runas são conhecidas por Yharnam toda, e abrangem momentos importantes na timeline de Bloodborne, transmitindo o que os Great Ones tem a dizer.

Gehrman, Maria e Micolash foram ao lado de Laurence. Gehrman deveria ser um grande amigo de Laurence, e o jogo mostra isso algumas vezes, tem uma em que Gehrman aparece pedindo ajuda a Laurence hora ou outra em diálogos que muita gente deixa passar, o motivo dele acredito que além de ser grande amigo de Laurence, ele provavelmente estava curioso e queria ver aonde o Laurence poderia chegar com seus ideais.

Já Maria além de ser pupila muito querida de Gehrman, tinha outros motivos, um deles acredito que seja redenção pelas atrocidades que ela cometeu no Hamlet, Maria não podia se perdoar pelo que ocorreu, e é atormentada todos os dias por isso, mas seu outro motivo era a curiosidade que ela tinha a respeito de Kos e os Great Ones, de qualquer forma decidiu acompanhar Gehrman, seu querido mestre.

E Micolash... bem, esse é o mais complexo de todos.

Voltando a Healing Church, Laurence e cia se instalaram em Yharnam, e com o poder do Old Blood Laurence generosamente ajudava a população com o sangue, podendo curar qualquer doença. Ele então designou os Blood Saints - pessoas que foram injetadas com um pouco do Old Blood para que seus sangues fossem usados como medicamento.

Graças a isso a Healing Church ficou famosa não só na cidade como também pelo mundo todo, Yharnam passou a ser conhecida como a cidade da "Blood Ministration" ou o Fornecimento de Sangue. Foram feitas Catedrais e estátuas para venerarem não só os feitos da Healing Church como também os deuses que nos deram esse milagre, foram erguidos monumentos para os Great Ones, especificamente de Amygdala, um dos Great Ones vistos no labirinto que fascinou os antigos alunos de Byrgenwerth, para mostrar como eles buscavam e veneravam essas criaturas.

Yharnam ficou famosa pela Blood Ministration e a capacidade de cura deles, e muitos estrangeiros começaram a visitar a cidade para curar doenças, e com isso, um povo um tanto próximo de Yharnam de um lugar conhecido como Cainhurst possuíam um interesse nessa cura de sangue, e de alguma forma, eles conseguiram um pouco do sangue proibido, ou Old Blood se preferir, eles são um assunto pra outra hora.


Com o uso do Old Blood, mesmo que mínimo, vem os indícios de uma Scourge, transformando quem usa o Old Blood em feras incontroláveis, acredito que o efeito de transformação da Old Blood ocorra seriamente apenas quando a red moon aparece, porém algumas pessoas já estavam sob o efeito colateral do sangue, mas por conta de ser apenas um numero seleto de pessoas, Laurence continuou tentando ajudar as pessoas com o Old Blood e continuou suas pesquisas, agora ele busca também uma forma de curar essa Scourge percebendo o perigo que ela representa a todos.

De qualquer forma, cidadãos se transformavam em loucos por conta do Old Blood, e é aí que o Gehrman entra em ação, foi criada por ele a Workshop, um lugar onde ele e seus alunos se preparavam para caçar e exterminar qualquer vestígio da Scourge, e manter a paz em Yharnham intacta, eles saiam na noite e silenciosamente exterminava essas criaturas, e identificavam um aos outros com o a Hunter's Badge, um distintivo especial para os Hunters comuns da época, usavam várias técnicas especiais, e suas armas eram elegantes, um tanto silenciosas e extremamente mortais.

A antiga Workshop


Maria também estava entre eles, porém ela havia tomado outro rumo após o massacre de Hamlet, ela abandonou sua preciosa arma Rakuyo em um poço de Hamlet pois já não aguentava mais olhar para ela. Maria ainda era atormentada pelos atos do passado, mas a sua curiosidade a respeito dos Great Ones crescia, e ela se uniu com outros alunos para iniciarem uma série de estudos.

A Healing Church também foi conhecida por seus experimentos aterrorizantes, e como ela foi fundada por ex estudantes de Byrgenwerth, alguns alunos tentaram emular as pesquisas do Mestre Willen, desses curiosos, foi fundada o Choir (Coro na tradução) e a School of Mensis liderada por Micolash, ambos com uma curiosidade imensa a respeito dos Great Ones, dos Insights e etc, no entanto nesse momento, a Choir ainda não havia dominado a Healing Church como irá acontecer mais pra frente, Laurence ainda era o cabeça de tudo.

Enquanto Laurence se dedicava a curar os doentes com o sangue e achar uma solução para a Scourge, o estudantes continuaram a estudar os Great Ones e as coisas que os rondavam, o unico Great One que eles tinham contato era com Kos, que veio das profundezas do oceano e emergiu no mundo. Isso fez os estudantes linkarek diretamente os Great Ones com o oceano e isso fizeram eles estudarem essa possibilidade, usando como base os aldeões mortos de Hamlet, em uma torre de relógio conhecida como Astral Clocktower, eles iniciaram essas pesquisas com o que eu acredito que sejam pacientes doentes da Healing Church, este era o research hall dos ex estudantes e Maria era a administradora do local.



Seus planos eram criar pessoas capazes de se comunicarem com os Great Ones no oceano, e de acordo com a descrição de um dos Brain Fluids que você encontra dessas cobaias na DLC "Nos primeiros dias da Healing Church, os Great Ones eram ligados ao oceano, e então os pacientes cerebrais iriam absorver agua, e ouviriam ao uivo do mar. O Fluido Cerebral contorcia dentro do cérebro, a criação inicial de olhos internos."

As pesquisas foram um fracasso, no entanto, esse processo também permite a pessoa alcançar a Eldritch Truth, esse foi o caso de Adeline, uma ex Blood Saint que encontramos na DLC como NPC.


Adeline possui uma chave, a Balcony Key, que Maria lhe deu provavelmente com a intenção de acalmar as dores e o pavor que Adeline e outros pacientes sentiram com os resultados das pesquisas, uma chave que abre portas que levam a um jardim cheio de flores, Adeline no entanto nunca entendeu o que Maria tinha em mente.

Maria também cuidava dos outros pacientes, que constantemente a chamam e pedem perdão por serem falhas, eles a admiravam muito, e ela ficou conhecida como Lady Maria da Astral Clocktower.

Porém com toda as falhas nos estudos realizados, e com cada um dos pacientes sofrendo dessas terríveis experiências, Maria subiu até a torre, se sentou em uma cadeira, e se suicidou cortando sua garganta, ela já não conseguia carregar todo o peso de suas ações e não aguentava os pesadelos que ela tinha. Perto de seu corpo, uma taça e uma foto com a moldura quebrada, provavelmente uma foto dela e de Gehrman, que era uma pessoa que ela admirava muito, talvez até o amasse ou  fosse amante dele, disso eu não sei bem, mas Gehrman é certeza que amava muito Maria.

Porém o tormento de Maria continuou, em outro lugar, continuou em outro plano, este era o Hunter's Nightmare, um pesadelo em que Maria é anfitriã, e aqui eu entro em mais uma das coisas complicadas de Bloodborne, os sonhos.

Os Pesadelos dos Caçadores: 


Em Bloodborne, alguns sonhos não são apenas sonhos comuns, eles são lugares físicos assim como qualquer outro lugar do jogo, como Yharnam por exemplo.

Eles se encontram em um outro plano astral, são lugares físicos, são como outras dimensões e podem ser acessadas por outras pessoas de formas diferentes, porém acho eu que para um sonho se tornar um lugar fisico no universo de Bloodborne, é necessario um Great One, e lá no sonho o criador se torna o anfitrião, e o Great One é a base do sonho ou pesadelo em si, e esse Great One em questão vive dentro desse sonho, e mesmo se a pessoa estiver morta no "Waking World" ou no mundo real, sua consciência continua viva no sonho e sua aparência física também, e os Great Ones in game já provaram que podem ser um tanto onipresentes.

Enfim, podemos dizer que o Waking World, é o mundo dos humanos, e as Dreamlands (Lovecraft mil) são as terras onde os Great Ones regem, por isso se um Great One morrer, não tem problema, pois uma Dreamland o espera, esse foi o caso do órfão, ele pode ter morrido no mundo real, mas a sua agonia e sua raiva se transformaram em um pesadelo, e mais tarde eles tomaram propoções diferentes com Maria e posteriormente com outros caçadores e pessoas que vão sendo consumidos pelo pesadelo, e o pesadelo vai mudando a sua forma com essas pessoas.

Porém aquele lugar pode ser um tanto limitado em algumas questões, mas ainda assim é uma reprodução de memórias de pessoas, um desses lugares é Nightmare Frontier, no qual eu acredito que seja um pesadelo antigo de algum Pthumeriano de Loran, já que o lugar além de possuir criaturas que se encontra nos labirintos, tem a mesma atmosfera daquele lugar, como se fosse a parte de fora dele.

Outra suposição é que os sonhos supostamente são conectados assim como as Dreamlands em Lovecraft, e provavelmente são mesmo, apesar de ser pessoal de cada pessoa, os lugares parecem um novo planeta baseado no que já existiu.



Ao fim dele, está o corpo de Kos, e lá sua criança dorme dentro de sua mãe, se alguem se aproximar dele, ele irá acordar e irá direcionar sua raiva destrutiva a quem ousar se aproximar.

Maria dentro do pesadelo, ficou como guarda do corpo de Kos e de Fishing Hamlet na reprodução da Astral Clocktower, exterminando qualquer curioso que ousasse descobrir os terríveis segredos do local.

"A corpse should be well left alone" - Lady Maria

Lá vive também os Kins de Kos, aldeões transformados da Fishing Hamlet, a muito tempo eles tinham amaldiçoado Gehrman, Maria e todos os seus filhos, e os filhos dos filhos em diante, esse pesadelo seria a maldição deles, seus filhos são respectivamente os Hunters futuros, já que todo Hunter é originado de Gehrman e Maria, não como filhos biológicos, mas são como filhos espirituais dos mesmos, Gehrman não tem o titulo de First Hunter a toa.

Então sempre que acontecer um massacre semelhante a de Hamlet, aqueles que ficarem bêbados com o sangue das caçadas irão parar no pesadelo do caçador, e lá eles vão caçar por toda a eternidade, como as criaturas demoníacas que são, talvez seja por causa do sangue que Adeline foi parar no pesadelo, quem sabe?

A DLC reproduz os sonhos de uma forma que eu nunca vi antes em um dos melhores designs de cenário da From, vemos cenários semelhantes mas distorcidos, tal como você sonhando com a sua vizinhança ou sonhando que vai passear em algum lugar, sempre é um lugar que você já viu na vida real, e que apesar de ser familiar, é estranhamente incomum, e dentro do sonho você não percebe isso.

Level design nivel god sem sombra de duvidas.

Agora voltando ao mundo real, com a morte de Maria, Gehrman entrou em uma depressão profunda, e com isso a primeira geração de caçadores morreu, Gehrman abandona o Workshop e se isola do mundo, enquanto o restante da Healing Church começa aos poucos tomar outra forma.

Com a saudade de Maria, Gehrman então sendo o genio em craft que ele é, faz algo diferente do normal, ele cria uma boneca, exatamente como a Maria, para tentar curar suas saudades dela... observando um antigo pente de cabelo que ele tinha de Maria.



Na descrição da runa Moon, ela diz que todo Great One é compreensível em espírito, Laurence e Gehrman de alguma forma conseguiram um cordão umbilical de um Great One, Gehrman utilizou ele em seu workshop, e com esse cordão umbilical uma audiência com um Great One foi concebida, este Great One era a Moon Presence, o maior mistério de Bloodborne, a causa da vinda da red moon foi por conta dele, a libertação da fera oculta dentro dos humanos - a Scourge - foi algo que a presença da lua destrancou em nós, além disso, creio que a Moon Presence seja a source do Old Blood, desde os tempos Pthumerianos.

Agora antes de prosseguir vamos falar um pouco mais dos Great Ones.

Algo que certa essas criaturas é a sua tentativa insana de conseguir filhos, Great Ones sofrem com uma maldição terrível e até onde se sabe, eles nunca conseguiram crias, de acordo com o cordão umbilical achado na Workshop abandonada - "Todo Great One perde sua criança, e então anseia por um substituto. O Terceiro Cordão Umbilical precipitou o encontro com a Pale Moon, que invocou os caçadores e concebeu o Hunter's Dream."


A descrição entrega o que ocorreu, Moon Presence atendeu suas preces, lhe concedeu um sonho e Gehrman foi marcado com a Mark of the Hunter, e neste sonho a sua plain doll tomou vida, os winter lanterns estavam em toda parte, e Gehrman se tornou o substituto que a Moon Presence tanto queria.


Laurence então soube que Gehrman fez contato com a Moon Presence, e neste tempo, era bem possivel que tanto Laurence quanto Gehrman tinham conhecimento do tipo de entidade que a Moon Presence era, e sabiam que ela foi responsavel pela Scourge, já que apesar de tudo, eram estudantes de Willen e tinham um vasto conhecimento sobre os Great Ones, eles apenas ligaram os acontecimentos com o Great One que os entregou o Old Blood.

"A presença da lua sem nome chamada para Laurence e seus associados."


O motivo que me faz crer que foi a Moon Presence que entregou o Old Blood aos estudantes de Byrgenwerth é justamente tudo que ronda essa criatura.

Apenas lembrem-se:


"Quando a lua vermelha está baixa, a linha entre homem e fera se esvai. E quando os Great Ones descerem, um ventre será abençoado com uma criança." - Novamente, uma nota achada em Byrgenwerth.

Vamos nos lembrar da Blood Moon, ela é algo que aparece com o uso do Old Blood, ela é o indicio de que todos os frágeis vão ficar insanos, vale lembrar que a Red Moon é algo visto apenas onde a source da Scourge ocorre, a lua vermelha não aparece em Cainhurst por exemplo.

Então com as pessoas transformadas, os Great Ones agem e abençoam uma mulher com um filho deles, em uma das muitas tentativas de conseguirem uma criança, é o processo criado pela Moon Presence, porém aparentemente outros Great Ones agem com isso, e tentam fazer seus próprios planos, que é o caso de Oedon, que com a lua vermelha abençoa uma mulher descendente de sangue Pthumeriano.

Existe uma teoria de que Oedon e a Moon Presence são a mesma entidade, mas eu realmente acho que não, Oedon é como Yog-Sothoth no Cthulhu Mythos, é uma criatura acima dos próprios Old Ones é um deus absoluto dentro dos Mythos, porém no contexto do jogo, Oedon como Great One busca um filho, mesmo com todo o seu poder, ser onipresente e saber de tudo não significa que ele terá uma cria.

Sobre o Gehrman, a Moon Presence deu uma oportunidade dele finalmente ser feliz com Maria.

Mas durante muito tempo no sonho, Gehrman percebeu que aquilo não era um sonho, e sim um pesadelo, no qual ele estava preso por toda a eternidade, ele se cansará da Doll, que apesar de ter grande semelhança e a voz de Maria, ela não era a Maria de forma nenhuma, e então decidiu aguardar o dia em que Laurence viria para ajuda-lo.

"Oh, Laurence... what's taking you so long... I've grown too old for this, of little use now, I'm afraid..." - Gehrman




Side Story - Vileblood e o massacre em Cainhurst:



Cainhurst é um lugar secreto em Bloodborne você consegue ir lá por meio de uma carta secreta.

Os que viviam lá eram os Vilebloods, e eles são diferentes das pessoas de Yharnam, quem era Vileblood possuia um controle praticamente mágico de sangue, tal como alguns antigos Pthumerianos possuiam, mas ainda assim seus poderes eram menores comparados aos deles.

Creio que os Vilebloods são descendentes diretos do Pthumerianos, mais precisamente da rainha Yharnam, onde talvez uma parte de sua familia gerou seus descendentes sanguineos, e desse sangue, vem o vermin que a muito tempo também permitiria a eles a capacidade de controle de sangue.

Lady Maria veio de Cainhurst, sua aparência e armas são típicas de alguém de lá, e Lady Maria possuía controle sob o sangue e também sob o fogo, em um de seus itens citam que ela é descendente direta da Undead Queen, que em teoria pode ser duas pessoas, a própria rainha Pthumeriana, ou muito provavelmente a Queen Annalise, a rainha dos vilebloods.



Cainhurst é um lugar muito off de Bloodborne, muda a vibe totalmente e apresenta dois elementos diferentes ali, um são fantasmas e outros são criaturas que se parecem muito com vampiros, e essa é a coisa com eles, parece uma parada bem vampiresca mesmo, Cainhurst todo dá essa vibe

E deles temos a Queen Annalise, que depois de provar o sangue de Yharnam passou a querer mais e mais do mesmo, em especifico o sangue dos Hunters, que era especial por si só, seu plano é trazer ao mundo um sucessor para os Vilebloods, uma criança nascida do sangue extraindo do sangue dos caçadores o Blood Dreg, que é um tipo incomum de sangue que lembra muito um esperma.


E então de alguma formac (que provavelmente tenha sido relacionada com o sumiço dos Hunters por eles) a Healing Church descobre a existencia de Cainhurst, um grupo seleto de caçadores conhecidos como Executioners - Um bando de executores liderados por Martyr Logarius, seu workshop era secreto, terreno de crenças misticas e um impetuoso fanatismo que serviu de suporte para a marca unica de justiça dos executores.


Eles então são enviados ao local, e ao testemunharem os planos de Annalise e as criaturas horriveis que guaram o lugar, eles decidem exterminar de uma vez por todas Cainhurst, eles varrem todo o local matando até mesmo mulheres e crianças que não eram relacionadas aos Vilebloods, e ao encontrarem a rainha dos Vileblood, algo inesperado e terrivel ocorre, não importa o que eles fizessem, Annalise não podia ser morta, ela era imortal, talvez devido ao seu sangue e o fato de ter usado Blood Dregs para seus planos, ela não podia ser morta, e Logarius só teve uma unica escolha, selar o grande salão da rainha para todo o sempre, para que seus planos nunca prossigam.

E então ele pega um artefato antigo de Cainhurst, a Crown of Illusions, essa coroa era a coroa do velho rei de Cainhurst, e com ela era revelada ilusões, e expõe a miragem que esconde um segredo, e Logarius a usou para esconder a rainha, colocou um trono em frente a entrada do local e por lá se sentou, decidido a passar a eternidade guardando o segredo, e projetando uma miragem com o poder da coroa.



Foi então ai que Cainhurst foi abandonada, os espíritos revoltados das mortas pelos executores assombram o local, além de criaturas impuras e vermes que rondam o local a procura de sangue.

Vale lembrar que apesar do massacre, é bem capaz de alguns moradores de Cainhurst terem sobrevividos, até mesmo tentaram viver em paz em Yharnam.


A caçada se inicia:



Nesse meio tempo uma doença terrivel é apresentada em Yharnam, este era o Ashen Blood um veneno que corria nos canais de agua de Yharnam, e com as pessoas bebendo a agua, elas eram envenenadas, ao menos grande parte da cidade foi.

Mas antes de nos aprofundarmos no interessante, vamos tentar descobrir a source do Ashen Blood.


Isso foi uma crise para a Church e o Laurence, pois com o veneno, as pessoas buscavam o a Blood Ministration para se curarem, foi ai então que criaram os antidodos que de acordo com a descrição são: "Pequenos pilulas medicinais que neutralizam o veneno.



Usado para tratar o ashen blood, a doença instavel que devastou Old Yharnam a muito tempo atrás.


Essas pilulas só proporcionam alivio a curto prazo. A doença do ashen blood eventualmente causou a scourge of the beast."



A descrição diz claramente que o Ashen Blood causou uma scourge, mas o que causou o Ashen Blood?

É bem possivel que tenha sido a própria Healing Church, primeiramente eu não acho que Laurence seja o culpado de tudo, a Church como eu já disse compõe de mais pessoas que ele, e algumas coisas que acontece ele sequer deve ter conhecimento.

Ashen Blood foi um desses casos, a igreja achou um pantano em Forbidden Woods próximo a suas clinicas e estudaram o veneno e as criaturas dali, e desses parasitas eles descobriram o veneno e decidiram estudar isso, eventualmente eles perderam o controle do Ashen Blood, e ele se espalhou pelas correntes de agua de Yharnam, e com os doentes do local, Laurence e etc foram ajudar os doentes, mas pouco podia se fazer por eles, com o uso da cura com o sangue, a Scourge se iniciou pra valer.

Com fim do Workshop dos hunters novas medidas precisavam ser tomadas, a Scourge estava aumentando cada vez mais graças ao Ashen Blood, e então se ergue a Powder Kegs - A Workshop herética, que se deu inicio por um Hunter chamado Oto.

Esses hunters eram movidos não pelo silencio e pela elegância de suas armas, mas pela violência e pelo armamento caótico que manuseavam, a Scourge estava se espalhando rapido, então eles não tinham tempo para brincadeiras.

Eram obsceados por fogo, e queimavam e destruiam os seus inimigos das formas mais cruéis possiveis, o povo de Yharnam tinham conhecimento do que estava acontecendo e todos vivam no medo, o medo maior talvez seria encontrar um desses caçadores pelas ruas.

E então eles iniciaram a caçada, e foi um evento tão violento no mundo de Bloodborne, que até mesmo as feras temiam os caçadores.

Entre os Powder Kegs, a Liga de Valtr também estava nessa caçada, já que suas armas são desenvolvidas pelos brutos da Powder Keg, e entre eles estava um hunter peculiar que trabalhava sozinho, este era Djura, um hunter que sente o peso dessa caçada até os tempos atuais do jogo, e um dos NPCs mais incríveis também.


Djura era um hunter marcado e com isso, ele era ligado ao sonho, não se sabe no entanto se foi o primeiro de muitos, ou se tiveram mais antes dele, mas ele fazia basicamente o que nós fazemos in game, ele estava no sonho com uma missão, foi ligado a isso, ele recuperava os Blood Echoes - que são sangues que ressonam com o passado, quando se possui Blood Echoes se possui a história de coisas que a muito aconteceram, eles são ecos afinal. e com os Echoes, ele ganhava força atraves da boneca, como o Hunter recente.

A lua vermelha apareceu naquela noite, e então o controle dos Powder Kegs se perdia mais e mais, eles criaram canhões, gattling guns e muitas outras armas, mas mesmo assim não conseguiram parar a caçada, e então eles tiveram a ideia de queimar toda Yharnam que já estava perdida, e assim eles fizeram.


"The red moon hangs low, and beasts rule the streets. Are we left no other choice, than to burn it all to cinders?" - Nota por Djura.

O amanhecer estava chegando, Djura então desiste do sonho do caçador e acorda para um novo amanhecer, os caçadores que sobreviveram ficaram bebados com o sangue, resultado da matança insana que cometeram, e foram consumidos pelo Hunter's Nightmare, e o que restou daquela Yharnam, ficou conhecida como Old Yharnam, um lugar selado onde Djura agora rege e protege as criaturas que ainda se encontram por lá, ameaçando exterminar quem fizer mal a elas, proavelmente com o sentimento de culpa que ele sentiu pela guerra gerada.

Quanto a Laurence, como eu disse suas pesquisas foram além depois do Ashen Blood, mas tudo resultou em desgraça, e com a desgraça a runa Beast Embrace apareceu para ele.



"Depois dos inumeros experimentos para controlar a scourge of beasts, a gentil runa "Embrace" foi descoberta.


Quando a implementação (da runa) falhou, a "Embrace" se tornou uma runa proibida, mas esse conhecimento se tornou a fundação da Healing Church."


Com a descoberta da runa, Laurence acreditou que iria conseguir controlar a scourge, colocar um fim nessas caçadas e dominar o Old Blood guiando a humanidade para a evolução e libertar Gehrman da Moon Presence.

O seu crânio simboliza o passado de Laurence e o que ele falhou em proteger.


Laurence era uma boa pessoa apesar de seus inumeros erros, ele tinha boas intenções e queria ajudar as pessoas e iria curar suas doenças, tinha grandes ambições, mas não havia maldade nele.

Com a runa ele acreditou numa falsa esperança, e ela o transformou no primeiro Vicar, uma criatura diferente de todas as outras, um monstro assustador, resultado de um karma amaldiçoado do sonhador.

E então a igreja o achou, e quem o achou foi o seu assassino conhecido como Brador;



Brador confontrou a fera e conseguiu derrota-lo com a sua arma, e lhe removeu a pele animelesca que possuia, e passou a usar sua pele para não esquecer do pecado que cometeu.

Matar Laurence o fez ficar louco, e ele foi trancado pela igreja com um sino sem som, que apenas os proximos da morte poderiam ouvir.

Agora a consciencia de Laurence permanece dentro do Hunter's Nightmare, para sempre buscando seu crânio para tentar se lembrar de quem ele era, e para sempre coberto de chamas, um paralelo ao que aconteceu com todos os habitantes de Old Yharnam.



E então tudo muda, a Church agora passa a ter outras resoluções, novos caçadores foram designados para a proteção de Yharnam, a Choir toma forma, e a School of Mensis toma novas proporções.


Os filhos dos Cosmos:



Agora quem domina a Healing Church em grande parte é o Choir, e como vocês já sabem, eles não tem limites quanto aos estudos, e fazem qualquer coisa para descobrirem a verdade sobre os Great Ones, e a Eldrich Truth.

Eram agora famosos e praticamente lideravam Yharnam como bem entendessem.

A Choir como nunca parou as explorações, eles acharam um novo cálice Pthumeriano, eles encontrarma o Great Isz Chalice, que os permitiu ter uma audiencia com Ebrietas - Daughter of Cosmos, um Great One abandonado por seus irmãos a muito tempo atrás.




"O Great Isz Chalice se tornou o pilar do Choir, a delegação de elite da Healing Church. Era também o primeiro Great Chalice trazido de volta para a superficie desde os tempos de Byrgenwerth, e permitiu o Choir ter uma audiencia com Ebrietas."

Eles então trouxeram Ebrietas a Yharnam e lá a trancafiaram nas profundezas da sede principal da Choir, e com Ebrietas sendo o sua nova source de pesquisas, eles começaram a fazer experiencias com crianças e bebês por Yharnam, reunindo todas da cidade dizendo ao povo que era para um bom propósito.

E então começaram experiencias semelhantes com as do passado, mas dessa vez eles tinham Ebrietas e um conhecimento mais vasto sobre os Great Ones, com Ebrietas eles descobriram que eles não vieram do oceano, e sim do além, os cosmos, o espaço sideral acima de nós, e isso causou uma revolução de conhecimento.



E com as crianças reunidas, eles começaram a criar um Great One próprio, o sonho de se comunicar com eles estavam mais próximo, e também estava a evolução, eles criaram os Celestial Emissaries, crianças que se tornaram Kins para se comunicarem com os Great Ones, mas fora eles, uma série de abominações apareceu do Choir que por enquanto estavam protegidas por lá, como todos os seus segredos.



Eles ficaram na parte mais acima da igreja.

Yharnam também muda, o sangue agora se tornara comum em toda a cidade, substituindo as bebidas alcolicas,  o sangue era vendido nos bares e aos redores, prostitutas de sangue apareciam na cidade, e etc.

Por falar em prostitutas, acredito que foi nesses pontos que uma familia de Cainhurst decidiu viver em Yharnam, eles teriam o sangue profano dos vilebloods e sofreriam preconceito por conta disso, seu sangue era proibido, mas tentaram levar uma vida por aqui, e tiveram frutos.

E os caçadores agora eram bastante famosos entre a população, não existia mais um workshop, aqui tudo mudou, eles eram a força de defesa de Yharnam pra qualquer coisa e usavam armas pesadas e espadas grandes, mas não assustadoras e violentas como as armas dos powder kegs, esses hunters eram herois ao olho do povo.

O cabeça deles era um guerreiro honrado conhecido como Ludwig, que ficou famoso e passou a ser chamado de Holy Blade por conta de sua espada.

Mas a scourge vem para todos, e todo dia era uma luta nova e sem sentido, Ludwig teve a ideia de armar o povo de Yharnam para que se protegessem, ao menos os homens deveriam ter tal responsabilidade, mas nenhum homem comum aguenta a violência dessas bestas.

Micolash e a escola de Mensis preparavam um ritual para se comunicarem com os Great Ones, ainda na epoca em que o Ludwig era o mestre dos caçadores, nesse ritual eles sequestraram habitantes de Yharnam para acumularem um grande numero de sangue, e como as pessoas começaram a desaparecer, a Healing Church preocupada com isso, mandou um homem chamado Edgar - A inteligencia do Coro, para investigar o que estava acontecendo lá, e ele foi usando uma Holy Blade, marca dos caçadores de Ludwig no qual deve ter treinado-o para o combate.

Os antigos sinos Pthumerianos são tocados, e uma oração é cantada, Micolash planeja trazer a lua vermelha até nós e assim conhecer um Great One.


"The Mensis ritual must be stopped, lest we all become beasts."

Micolash estava seguindo os passos do Mestre Willem, e em seu grande salão usa então o cordão umbilical de Mergo, que provavelmente foi encontrado no labirinto Pthumeriano a muito tempo atras no corpo da rainha, e então com o cordão de Mergo, ele e os alunos de Mensis são transportados para um sonho de Mergo, e junto deles estava Edgar que também foi para lá, no sonho eles ficaram por muito tempo, já que quando encontramos os estudantes de Mensis, estão apenas os seus esqueletos.



E a lua vermelha voltou a aparecer novamente em alguma noite.

Ludwig em certo ponto foi um prospector das tumbas, e um dia voltou a explorar o labirinto na esperança de conseguir uma solução pro fim da Scourge, e então a lendária Holy Moonlight Sword apareceu em sua frente como resposta.


Uma espada arcana que quando o lunar azul dança ao seu redor, ela consegue invocar o poder dos cosmos abismais, e ela lhe deu orientação, um tipo de orientação muito privada, que somente o Ludwig conhecia, pouquissimos viram essa espada sagrada por perto, já que Ludwig a conservava muito.

A Moonlight era mais que uma espada, quando Ludwig fechava seus olhos e via a escuridão e o vazio, mas então ele pequenas criaturas de luz, que ele estava certo de que lhe ofereciam orientação, e elas esvaziavam o Ludwig de medo, fizeram dele o homem poderoso que ele era, respeitado por todos, os outros hunters o seguiam para batalha sem temer.

"My true mentor... My guiding Moonlight..." - Ludwig



E então com sua arma, Ludwig cortava as bestas que apareciam em seu caminho, alguns temiam esse comportamento no entanto, parecia que Ludwig aos poucos estava ficando cada vez mais violento, bebado com o sangue, mas ele não se importava com o que diziam, ele tinha a Moonlight ao seu lado, um poder que iria parar a scourge de uma vez por todas.

Mas não foi o que aconteceu, Ludwig se banhou no sangue de milhares de bestas e inimigos, e acabou se transformando aos poucos, uma metamorfose muito semelhante a de Laurence no passado, mas como ele ficou bebado com sangue, foi sugado pelo Hunter's Nightmare, e lá viveu como um monstro irracional pelo resto de sua vida, sem a Moonlight para lhe guiar.



Enfim, o ritual de Mensis aconteceu, a lua apareceu no céu, e várias Amygdalas se encontram em Yahar'gul, elas eram o simbolo da cidade, e agora está infestada por ela.

Com o ritual de Mensis completo, Willem entra em um plano com Rom para impedir que a lua vermelha seja vista a olho nu, para impedir o ritual terrivel de Mensis, Rom então vira um tipo de guarda para a lua vermelha, impedindo-a de aparecer no céu, um sonho foi criado no lago de Byrgenwerth e é chamado de Moonside Lake, um espaço vazio apenas com agua, mostrando a nós o vazio dentro de Rom.



E Rom  protege a ilusão, e mantem sua consciencia nesse sonho, invocando seus mionions para quem ousar a tentar destruir a ilusão, e assim tudo foi normalizado, e agora basicamente o que ocorre é uma ilusão, a lua vermelha e as Amygdalas agora estão por Yharnam, porém Rom as mantem em segredo para evitar a vinda dos Great Ones.

Por essas e outras, a Choir decide voltar a Byrgenwerth para estudar, e lá eles acharam um Mestre Willem balançando sua cadeira próximo ao lago, acharam o corpo vazio de Rom e o cordão umbilical do velho órfão de Kos, e lá, uma mulher chamada Yurie ficou zelando o lugar em busca de respostas.



O inicio da era do Paleblood:



Muito tempo depois dos ocorridos, Yharnam vive em tempos difíceis, não sobraram muitos hunters para protegerem a cidade, um desses era Gascoigne, um estrangeiro que veio a Yharnam para curar sua doença, e depois disso decidiu virar um hunter local, com o treinamento de um homem chamado Henryk - um Old Hunter dos tempos da Workshop, a esse ponto a Healing Church estava aceitando estrangeiros, e usando o Old Blood para tentar aumentar a força desses caçadores em suas caçadas.

Gascoigne se tornou grande amigo de Henryk, e conheceu a sua família, e acabou se casando com sua filha Viola, no qual ambos deram vida a duas meninas.

Mas Gascoigne caiu em desgraça, ele tinha um problema em se esquecer de rostos e pessoas, então para fazer ele lembrar, Viola tocaria uma musica para manter a sua sanidade, porém mais uma vez a Scourge alcançou Yharnam, e a noite da caçada se deu inicio, e Gascoigne foi em direção a ela.

Viola preocupada foi atrás dele, mas esqueceu da caixinha de som, e foi assassinada pelo próprio marido insano, que a confundiu com uma fera, deixando suas duas filhas protegidas em casa.


Nessa mesma época, uma hunter dos hunters aparece em Yharnam, seu nome é Eileen, uma velha caçadora que um dia fez parte do Hunter's Dream, e lutou para Gehrman, ela usa uma arma chamada Blades of Mercy, laminas mortais forjadas com siderite, um raro mineral que caiu dos céus, apenas a foice de Gehrman usava tal material, provavelmente a arma pertencia a ele, ou a um antigo Hunter dos Hunters, já que esses caçadores peculiares são sucessores uns dos outros a um longo tempo.



Os caçadores dos caçadores estão lá para dar um enterro digno a outros caçadores que se entregaram a sede de sangue, diferente dos enterros comuns em Yharnam onde não existe glória, para poder guia-los ao sonho dos caçadores, e Henryk e Gascogine estavam na mira de Eileen.

"Tell the little doll I said hello." - Eileen.

A esse ponto, conhecemos já dois Hunters que fizeram parte do sonho, mas até a esse ponto, ambos já haviam deixado ele a muito tempo, e agora, a cidade no meio de uma nova Scourge, um homem vem de terras distantes para curar sua doença de sangue, um homem com um tipo de sangue especial, um Paleblood chega a Yharnam, e na hora de seu contrato e de sua transfusão de sangue, este Paleblood é atacado por uma fera, mas é protegido pelos mensageiros do Hunter's Dream.

"Oh, yes... Paleblood... Well, you've come to the right place. Yharnam is the home of blood ministration. You need only unravel its mystery." -Ministro de sangue.

Este Paleblood é marcado com a Hunter's Mark, a runa que liga um caçador com o sonho, e se tornara um caçador, e como todo bom caçador, precisa achar um meio de acabar com a noite da caçada, usando os recursos disponíveis, este caçador cai de paraquedas nesse mundo onde a insanidade é uma dádiva.



No sonho, Gerhman lhe dá suas bênçãos, e a Doll lhe dá forças, essa boneca estranha e curiosa, que aumenta nossas forças com os Blood Echoes, como uma boneca como ela tem tal poder? O que exatamente é a Doll?

Aqui se inicia o jogo, e a primeira mensagem que vemos é "Seek the paleblood" o que é exatamente um Paleblood? Bem, a resposta é descoberta quando se ataca a Doll, seu sangue é branco como agua oxigenada, ela é o Paleblood e não é apenas uma boneca.

Paleblood é também um dos possiveis nomes da Moon Presence, mas observando a Doll, ela é algo de outro mundo, se compara com a Maiden in Black de Demon's Souls, que ironicamente era também, um demônio.

O equivalente dos demonios em Bloodborne seria os Great Ones, claro, então sim, a propria Doll pode ser um Great One disfarçado, talvez a Moon Presence não tenha conhecimento disso, já que ela nasceu de um desejo de Gehrman.

Ou talvez, ela e a Moon Presence sejam uma só criatura, quem sabe?
 
Ela mostra emoções, ela dorme entre muitas outras coisas, não é simplesmente uma boneca, apesar de não ser a Lady Maria que Gehrman tanto queria.


 A Doll aumenta as suas forças com sangue, o Hunter evolui a cada Blood Echoes dado para ela, além disso, o jogo tem o sistema de Insight que eu já citei aqui. Insight é ganho quando o Hunter acha um novo local, ou quando um Boss é enfrentado, ao perceber aquilo o caçador aos poucos vai ficando cada vez mais insano, e dependendo do tanto de insanidade que ele ter, ele consegue ver Yharnam como ela realmente é.

Insight é a técnica de olhos no cérebro que Willem utilizou e estudou, e a evolução com a Doll é uma técnica de sangue para evoluir, respectivamente o método de Willem e de Laurence envolvidos com o Paleblood Hunter.



E então o caçador vai a Yharnam, ascendendo as lanternas dos mensageiros pela cidade para desvendar seus mistérios e acabar com a Scourge, tentar achar um meio de transcender a caçada e enfrentar a raiz dela, achar um método de confrontar a Moon Presence, mesmo sem conhecimento dela, e libertar Gehrman daquele pesadelo terrível, e transcender a humanidade, o objetivo dos humanos desde os tempos que conheceram os Great Ones.

Mas é claro que isso varia de pessoa pra pessoa, você é o caçador, você escolhe que destino deve tomar.

O fato do Hunter ser um Paleblood explica o porque de apenas alguns Hunters sonharem com aquele lugar, tanto Djura quanto Eileen são também Palebloods, e por isso eles sonharam um dia, e fizeram praticamente as mesmas coisas que nós, ascendendo as lanternas por Yharnam e etc.

O ritual de Mensis está sendo iniciado novamente, Mergo e sua Wet Nurse estão nos pesadelos com o Great One Mensis e os estudantes, os experimentos da Choir agora não estão mais bem escondidos, e as pessoas ao redor de Yharnam estão em desespero total, procurando um lugar seguro para ficarem.

"Seek the paleblood to trascend the hunt"

Extras:



Darkbeast Paarl: Muita gente tem curiosidade pra saber quem é esse bixo, e bem, é realmente dificil saber, se tornou muito parecido com um Cleric Beast, mas ele é envolvido por raios. Mas é impossivel saber como ele se tornou tal fera, e porque é do jeito que é, o que se sabe é que é uma fera anciã.

Uma arma (que gosto muito) chamada Tonitrus foi criada em base no Darkbeast, e essa arma é mais ou menos dos tempos de Ludwig, se não me engano.

Vicar Amelia e Cleric Beast: Auto Explicativo, ambos eram Blood Saints que com o uso exagerado de Old Blood se tornaram essas bestas maiores que as normais.

Iosefka, Fake Iosefka e Arianna: Iosefka é uma dos primeiros NPCs que conhecemos, uma mulher que doa seu sangue para o caçador e teme a Scourge, e depois que ela é morta, um fake dela toma o seu lugar, e pede para que o Hunter mande sobreviventes para lá, para ela continuar sua pesquisa.

Tanto Iosefka quanto Fake Iosefka são parte do Choir, Fake Iosefka planeja fazer Emissários e continuar sua pesquisa, e é o que ela faz quando se manda sobreviventes para lá. Mas a Iosefka também não era nenhuma santa, já que mesmo se não mandarmos ninguem para lá, podemos encontrar um Emissário morto em uma maca, possivelmente um experimento da normal.

Fake Iosefka possui o cordão umbilical do órfão de Kos, que um dia pertenceu ao Mestre Willem.

Curioso é que achamos lá uma carta, e essa carta nos leva até Cainhurst, Iosefka ganhou isso de um executor talvez?

Já Arianna, ela é especial porque possui o sangue de Cainhurst, e é provavelmente uma descendente da rainha Pthumeriana e por conta disso, quando a lua vermelha aparece no jogo, ela fica gravida de Oedon e é responsável por uma das cenas mais perturbadoras do jogo.

Bloodstarved Beast: Uma fera dos tempos da scourge dos Powder Kegs, sofre da abstinencia de sangue e possui o veneno do Ashen Blood.

Cobras e Vermes: Uma das mil criaturas do jogo, no caso essas são muito peculiares, são da epoca dos Powder Kegs e são a source dos venenos, existem criaturas parecidas no Nightmare Frontier, lá é um grande pantano cheio delas, as cobras ficaram do jeito que são por conta desses vermes, que a Liga de Valtr estão designadas a destruir.

Valtr consegue ver esses vermes por conta de uma runa chamada Impurity que apareceu logo após ele se vingar de uma besta, a devorando por completo em um ato de raiva.

Com essa runa, Valtr - The Beast Eater, conseguiu ver a raiz da impuereza humana, ele enxergava os vermes e criou a Liga para extermina-los do mundo.

Esses vermes possuem ligação com os Vilebloods, possivelmente a causa de seu sangue impuro, já que muitas criaturas extremamente perturbadoras se parecem muito com vermes, e sem falar que essas cobras aparecem por lá.

É um tipo de criatura que deve ser tão velha quanto os Pthrumerianos.

The One Reborn: Um verdadeiro mistério, apareceu ao mundo graças ao ritual de Mensis e a lua vermelha, lembra muito o rotten misturado com o Gravelord Nito de Dark Souls, uma possivel junção de vários corpos dos estudantes de Mensis.

Outra coisa que eu achei bem pertinente, é uma teoria de que ele seria uma tentativa de trazer Kos de volta ao mundo,  já que a criatura tem uma forma twisted e o esqueleto acima de todos lembra o seu órfão... não sei se acredito nisso, mas acho muito pertinente.

Brain of Mensis: Um Great One encontrado no Nightmare of Mensis, é um grande cérebro com olhos, que está praticamente morrendo, talvez seja um ex estudante de Mensis que conseguiu virar um Great One, OU ele foi encontrado lá depois que Mergo consumiu os estudantes de Mensis, deve ser uma criatura velha que se refugia por lá.

Winter Lanterns: Todo jogador de Bloodborne teme essa criatura por conta da sua facilidade em causar Frenzy, Winter Lanterns possuem as vestimentas da Doll e um aglomerado de Mensageiros em sua cabeça. Pode ser que seja uma reprodução dos medos do Hunter que controlamos, já que é uma criatura que aparece apenas nos sonhos... quem sabe?

Só tomem cuidado quando ouvirem a sua canção.

Considerações finais: 



Bloodborne é o meu jogo favorito da Fromsoft, um espetáculo gótico com uma história de mistérios e verdades assustadoras, e o melhor jogo de terror que eu joguei em anos.

Diabos, eu amo todos esses jogos da Fromsoft, com o dark rpg esses caras foram além, e nos entregou vários universos bem construidos e curiosos, e é o que mais me chama a atenção nesses jogos, além do gameplay sem igual desses caras.

Pois bem, Bloodborne foi pra mim um jogo de terror depois de muito tempo sem um, lembrando que terror não são apenas sustos e essas merdas que  fazem hoje em dia. Terror é atmosfera, os personagens e a estranheza, criaturas tenebrosas e histórias atormentadoras, e Bloodborne é muito bem feito em tudo isso, é um jogo ameaçador do começo ao fim, que não te perdoa em momento algum, ele só piora o seu estado.

Já sobre o seu Lore, bem, essa parte foi difícil, seu lore é muito composto de teorias e imaginação, Dark Souls tem muito mais detalhe em muitas coisas, aqui as vezes é preciso criar histórias coerentes pra preencher as lacunas.

Mas eu espero ter conseguido um bom resultado disso tudo, muitas horas lendo o lore e navegando nas interwebes pra ver o que as pessoas tinham a dizer sobre tal coisa.

Espero que vocês também tenham um bom debate para proporcionar, eu ainda não cobri tudo desse jogo, tem MUITA coisa pra se falar sobre ele, e em breve teremos mais artigos dele... muito em breve.

Poxa, não é facil falar dele, até porque o povo do Blog não jogou ele, então eu estou sozinho nesse barco.

E quero também recomendar a leitura do "mini livro" Paleblood Hunt de Redgrave, que apesar de eu não concordar 100% com ele, é sem duvidas uma boa leitura pra quem está muito interessado no lore, e me ajudou muito na hora de escrever esse artigo.

Bem, acho que isso é tudo pessoal, agora fiquem na abstinência de Fromsoft, porque a gente já falou muito desses jogos e queremos falar de outras coisas agora.

Mostrem as suas Eldritch Truths nos comentários! Se você é fã de Bloodborne e fã dos outros jogos da From, saiba que temos uma cronologia do lore de Demon's Souls e uns mil artigos sobre Dark Souls, então deem uma olhada se estão curiosos.

E isso é tudo, até mais!

dollbestwaifu.jpeg
 

Postar um comentário

[facebook]

Flames

PedroTreck

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget